Busca

Notícias

Mais de 10,4 milhões folhas A4 foram economizadas

A implantação do SEI – Sistema Eletrônico de Informações na Prefeitura de São Paulo têm gerado importantes transformações na gestão pública municipal, com benefícios diretos aos servidores e munícipes.

Utilizado para a autuação de processos eletrônicos desde 2015, o SEI hoje corresponde a 70% de todos os processos administrativos da Prefeitura. Já são mais de 290 mil processos criados no sistema e quase 22 mil servidores capacitados para autuar, tramitar e gerir processos no SEI.

Como a autuação do processo deixa de ser feita em papel e passa a tramitar exclusivamente por meio eletrônico, um dos maiores benefícios do SEI está na redução do volume de papel gasto pela prefeitura na impressão de documentos.

Já economizamos mais de 10,4 milhões folhas em formato A4. Para ter uma ideia do que isso significa:

Se colocássemos essas folhas lado a lado, elas corresponderiam a uma área de 626.695,5m², o equivalente a 90 campos de futebol profissional!

ícone-campo-de-futebol

Ou, essas mesmas folhas, se empilhadas, teriam mais de 1,3 quilômetros  de altura! A pilha corresponderia à altura de 8,7 prédios do Banespa:

icon-banespa

Esse é apenas um dos muitos impactos positivos que o SEI vêm trazendo para a administração pública da Prefeitura de São Paulo. Atingindo a meta de 100% dos processos eletrônicos ao final de 2018, calcula-se que conseguiremos economizar cerca de 16 milhões de folhas de papel. Com os valores ilustrados acima, já atingimos mais da metade dessa meta! Além da preservação de árvores, a diminuição do volume de papel gasto nos processos administrativos colabora também para a redução do gasto público na compra, transporte e armazenamento, bem como dá celeridade, e transparência e segurança para as informações dos processos.

 

SOBRE O SISTEMA ELETRÔNICO DE INFORMAÇÕES (SEI)

Somente em 2016, mais de 350 mil processos e 1,5 milhão de documentos tramitaram na Prefeitura de São Paulo. Cada processo passa por diversos órgãos durante seu tempo de vida. Moroso e com os altos custos de material, transporte e armazenamento, o processo em papel possui uma série de fragilidades, com risco de extravio, danos físicos, quebra de sigilo de informação, além de impor grandes dificuldades no acesso às informações por servidores, gestores e cidadãos.

Após longo processo de análise, a Prefeitura adotou o Sistema Eletrônico de Informações (SEI) para solucionar esses problemas. Essa escolha é compatível com a de outros órgãos públicos federais, estaduais e municipais que formam a iniciativa do Processo Eletrônico Nacional (PEN), coordenada pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão.

O SEI foi desenvolvido e cedido gratuitamente pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) à Prefeitura em 2014, por meio de um Acordo de Cooperação Técnica. A plataforma possibilita o aumento da eficiência administrativa e a simplificação de procedimentos, bem como maior celeridade e a eliminação de extravios, além de responder à demanda dos cidadãos por modernização da gestão pública e acesso à informação. A utilização do SEI é obrigatória para todas as Secretarias e Subprefeituras municipais, além de entidades da Administração Indireta, nos termos do Decreto Municipal nº 55.838/15. Com sua implantação, a Prefeitura espera:

Acelerar os trâmites administrativos, garantindo respostas mais rápidas às demandas;

Facilitar o trabalho desenvolvido pelos servidores;

Aumentar o controle social e o acesso à informação;

Racionalizar o gasto público;

Estancar o crescimento do estoque do Arquivo Municipal de Processos, atualmente com mais de 20 milhões de processos;

Melhorar o gerenciamento de processos e instrumentos de controle;

Eliminar incidentes decorrentes do deslocamento físico de documentos.

Comentar

Secretaria Municipal de Gestão
Viaduto do Chá, 15, 8º andar
Centro
CEP 01002-020
Secretaria Municial de Inovação e Tecnologia
Rua Libero Bardaró, 425, 4º Andar
Centro
CEP 01009-905

(11) 3396-7080