Busca

Notícias

SMG simula processo de compra e pagamento na EMASP

O evento esclarecereu os servidores sobre dúvidas de como tramitar estes processos pelo sistema.


Visando a garantir que todos os servidores que lidam com os processos de licitação, aquisição de bens e contratação de serviços, e com seus respectivos pagamentos, estejam aptos a executá-los por meio do Sistema Eletrônico de Informações (SEI), no último dia 15, a Secretaria Municipal de Gestão – SMG promoveu um evento de simulação desses processos, que passarão a ser instruídos e tramitados exclusivamente pelo SEI a partir de 04 de janeiro de 2016.

O evento ocorreu na Escola Municipal de Administração Pública de São Paulo – EMASP, e contou com a presença da Secretária Adjunta Cristina Kiomi Mori, da Secretaria Municipal de Gestão; Lucia Barbosa Del Picchia, Coordenadora Jurídica de SMG; Pedro Henrique Lopes Campos, Coordenador responsável pela implantação do Processo Eletrônico na Prefeitura; Fernando Fernandes Bernardino, Coordenador de Administração da Secretaria Municipal de Finanças e Fabiana Munhoz dos Santos, da Assessoria Técnica de Assuntos Econômicos e Financeiros da Secretaria Municipal de Coordenação das Subprefeituras.

O período da manhã foi reservado às Secretarias e à Administração Indireta, já no período da tarde compareceram representantes de 31 subprefeituras. Ao todo, estiveram presentes trezentos e vinte e dois servidores e servidoras municipais.

Na avaliação do Coordenador Pedro Henrique Lopes, o evento de simulação é uma fase crítica da migração dos processos para o ambiente eletrônico, pois “é o momento de confirmação dos conhecimentos e de esclarecimento de dúvidas de todos os que passaram pela etapa de capacitação no SEI”. Do mesmo modo, o Coordenador destacou que os aspectos que mudam na instrução e tramitação dos processos com a introdução do Processo Eletrônico: “não há mudanças nos procedimentos; o que muda é o meio. Como se fazia em papel, também se fará no [ambiente] eletrônico”.

A Secretária Adjunta Cristina Mori fez um breve histórico sobre a adoção do processo eletrônico pelo Governo Federal e pela Prefeitura. Ela destacou que a Prefeitura de São Paulo tem conseguido adaptar o sistema, de forma integrada e centralizada, para todos os órgãos, diferentemente do que ocorreu em Brasília, em que cada ministério, separadamente, adequou o sistema desenvolvido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4ª): “Estamos melhor do que o governo federal.” Segundo avaliou, “se colocarmos os processos de compras no SEI, conseguiremos migrar qualquer outro”. Para ela é uma questão de se acostumar com a tecnologia, que traz ganhos importantes em agilidade, flexibilidade do trabalho e transparência.

Na segunda parte do evento, foi simulado um processo de Dispensa de Licitação e seu pagamento correlato. Foram respondidas todas as dúvidas sobre essa nova etapa de migração de processos, deixando os servidores mais seguros sobre quais serão as mudanças propostas nesse momento de transição do processo administrativo em papel para o meio eletrônico. A interação entre servidores que já utilizam o SEI e aqueles que vão utilizar o sistema apenas em janeiro também foi muito útil para tranquilizar os novatos acerca da operação no sistema e deixou a certeza de que o Processo Eletrônico é o futuro para a gestão dos processos administrativos na Prefeitura.

Comentar

Secretaria Municipal de Gestão
Viaduto do Chá, 15, 8º andar
Centro
CEP 01002-020
Secretaria Municial de Inovação e Tecnologia
Rua Libero Bardaró, 425, 4º Andar
Centro
CEP 01009-905

(11) 3396-7080